PBH conclui obra contra enchentes na região do aeroporto da Pampulha

Desde 2014, e após paralisações, a construção bacia do Córrego São Francisco finalmente é concluída. A obra minimiza riscos de enchentes no aeroporto da Pampulha.
A bacia de contenção do Córrego São Francisco, próxima à avenida Antônio Carlos - Foto: PBH

Por baixo da Avenida Professor Magalhães Penido, principal acesso ao aeroporto da Pampulha, existe um córrego canalizado.

Isso torna a região do terminal de passageiros de Pampulha suscetível a inundações ocasionais. Na última década, o aeroporto foi atingido por alagamentos, em média, uma vez a cada dois anos.

Ainda que não aconteça todos os anos, um aeroporto não deve estar sujeito a enchentes, sob nenhuma hipótese. 

Em abril de 2014, com recursos do governo federal, a prefeitura de Belo Horizonte iniciou a construção da barragem de detenção das águas pluviais, entre os bairros Indaiá e Liberdade.

A previsão da entrega da obra era para o segundo semestre de 2015. Porém, a execução do projeto, inicialmente orçada em R$ 11,3 milhões, passou por diversas dificuldades e foi concluída no prazo.

A primeira dificuldade foi com o atraso decorrente de ação judicial movida por um dos 32 proprietários que foram desapropriados. Já em abril de 2016, a obra foi totalmente paralisada pela falta de repasses do governo federal, que financiava a obra. 

Só em março de 2018, com o retorno dos repasses pelo Ministério da Integração Nacional, a PBH retomou a construção da bacia, agora já ao custo de aproximadamente R$ 21,3 milhões.

Finalmente, em outubro de 2019 a prefeitura conclui a construção complexo, composto por uma barragem de seis metros de altura e um vertedouro, com uma extensão da galeria que já existia.

A bacia é capaz de armazenar 41 milhões de litros d'água, o que permitirá que a água de chuva acumulada seja seja liberada aos poucos, evitando transbordamento do córrego e os alagamentos.
O Córrego São Francisco e sua bacia de contenção - Imagem: Google Earth


Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment